Projeto

GIRO

GIRO

GIRO - Projeto de Valorização da Área Protegida do Cabo Girão

Palavras Chave: Estudos de Caracterização, Monitorização, Recursos Tecnológicos, Estratégias de Valorização do Território, Divulgação e Comunicação, Material Promocional, Capacitação e Literacia Ambiental, Sensibilização, Desenvolvimento Sustentável.

 

A Área Protegida do Cabo Girão, é um espaço com estatuto de proteção recente, onde ocorrem atividades socioeconómicas, essencialmente ligadas à agricultura, turismo e atividades de lazer na natureza. No entanto, o conhecimento sobre a área, quer do ponto de vista biofísico, quer sociocultural, apresenta lacunas assinaláveis que podem comprometer a sua proteção e limitar a sua valorização.

A implementação do projeto GIRO permitirá a recolha, tratamento e divulgação de um elevado manancial de conhecimento, passível de ser utilizado pelos diferentes stakeholders com interesses na área, definindo-se como principais objetivos do projeto:

  • Monotorização e estudo da Área Protegida do Cabo Girão, que engloba, na sua parte marinha o Parque Natural Marinho do Cabo Girão e na sua parte terrestre o Monumento Natural do Cabo Girão e a Paisagem Protegida do Cabo Girão;
  • Inventariação e documentação dos valores naturais e culturais presentes na área da reserva, nomeadamente, património geológico, habitats, fauna, flora, paisagem humanizada, história, tradições e identidade, entre outros aspetos socioculturais;
  • Monotorização de indicadores essenciais para a gestão e proteção deste território, tais como, o número, tipo e frequência de visitas, ocupação e uso do solo, utilização do espaço marítimo e sustentabilidade ambiental;
  • Valorização e divulgação do património local (natural e cultural) e das atividades com relevância para o bem-estar das populações e da atividade económica, designadamente aquelas ligadas à agricultura, turismo e atividades de lazer na natureza;
  • Contribuir para o reforço da economia rural e para a ligação entre os territórios e as suas populações.

Estabelece-se como objetivos específicos do projeto:

  • Inventariação de informação para obtenção de dados nos domínios do património geológico, habitats, fauna, flora, paisagem, história, tradições e identidade;
  • Definição de critérios de monitorização, numa ótica de preservação e sustentabilidade da Área Protegida do Cabo Girão;
  • Monitorização de aspetos essenciais para a gestão sustentável e proteção da Área Protegida do Cabo Girão, nomeadamente, número, tipo e frequência de visitas, ocupação e uso do solo, utilização do espaço marítimo e sustentabilidade ambiental.
  • Desenvolvimento e edição de materiais de promoção e divulgação turística local, nomeadamente, brochuras, livro, documentário e spot promocional.
  • Desenvolvimento de uma estratégia de promoção e divulgação dos valores e recursos da Área Protegida do Cabo, dirigidos a diferentes públicos-alvo, nomeadamente, Página Web, redes sociais, participação em programas de rádio/ tv, reportagens na imprensa escrita, bem como apresentações, workshops temáticos, conferências, sensibilizações e visitas de estudo.

Num novo paradigma de ordenamento do território baseado na aplicabilidade de novos métodos e tecnologias para capacitação e conhecimento dos territórios, é essencial iniciar esta aliança entre a herança natural e paisagística humanizada, contribuindo para a preservação e criação de um legado informativo.

Esta disponibilização de novos dados acessíveis, e a otimização da gestão interna de processos e recursos que o projeto irá proporcionar, permitirá melhorar a eficiência dos serviços prestados, programar a gestão do território a curto e longo prazo, promover uma participação mais ativa dos cidadãos na gestão sustentada da área protegida, reforçar a cooperação entre entidades, reduzir a lacunas territoriais, elevar a confiança e satisfação dos privados, nomeadamente agricultores e comerciais e, melhorar a transparência gestão territorial.

Ademais permitirá preencher lacunas informativas e de dados, através de métodos tecnológicos eficientes, que até á data foram colocados em prática de forma residual, nomeadamente, para a procura de resposta e capacitação dos públicos-alvo a questões como: o comportamento fértil dos solos, microclima do Cabo Girão, singularidades da agricultura local, número de plantações efetivas, visitas turísticas no topo e na base da arriba, programação de equipamentos, desafios ambientais, análise de riscos naturais, inventariação de espécies, número de embarcações a circular diariamente, número médio de desportos aquáticos e/ou outras atividades de lazer, número de praticantes, entre outros.

Importa ainda acrescentar que este projeto constitui uma oportunidade para colocar em prática algumas das linhas orientadoras do Plano Nacional de Politicas de Ordenamento do Território (PNPOT), que salientam a necessidade de valorizar o capital natural e assegurar uma base de territorialização das políticas públicas, respondendo a desafios territoriais como o aumento da resiliência sócio ecológica, a otimização das infraestruturas ambientais e a conectividade ecológica, a promoção de redes colaborativas de base territorial e aumento da cultura territorial.

Partindo do princípio que, dar a conhecer o património é a melhor forma de o preservar, será ainda implementada uma estratégia de informação e sensibilização da população (local e visitantes), com o objetivo de valorizar os valores naturais e culturais da área protegida e contribuir de forma participativa para a sua preservação.

 

Ficha Técnica

Promotor: Associação Insular de Geografia – Núcleo de Estudos e Projetos. 

Equipa Técnica:  Ana Neves (Coordenação), Marco Teles (Coordenação), Adriana Gonçalves e Patrícia Serrão. 

Parceiros: Instituto das Florestas e Conservação da Natureza, IP-RAM e Câmara Municipal de Câmara de Lobos.

Financiamento: PRODERAM – Programa de Desenvolvimento Rural da Região Autónoma da Madeira.

Ano: 2019/2024

GIRO

Data de Publicação:

02 Out, 2019 às 11:18

(Editado: 15 Set, 2020 às 17:07)

Partilhar:

Imagens e Vídeos:

Ver Todos os Projetos

Contacte-nos

Segunda a Sexta
(9h30 às 13h00 / 14h00 às 17h30)

Morada

Rua São João De Deus 40 S
9300-041 Câmara de Lobos

Telefone

(+351) 291 944 757